Cultura no Parque – evento gastronômico e cultural da cidade

Compartilhe em suas redes sociais!

Uma iniciativa realizada pelo Ministério da Cidadania e Siderúrgica Alterosa, o Cultura no Parque, levou para o Parque do Bariri no último final de semana muitas atrações musicais e gastronômicas.

O evento foi um festival repleto de shows, gastronomia, espaço kids, bebidas e produtos orgânicos. Com entrada gratuita contou com segurança e excelente infra-estrutura.

Bebidas para todos os gostos foram oferecidas como água, sucos, refrigerantes, cervejas, drinks de gin e vinhos. O evento ainda contou com especiarias de churros com o Mega Churros, que levou seu cardápio repleto de confeitos e sabores para o festival.

Sobremesas deliciosas da Devorê Sorvetes também estiveram presentes.

Com vasta experiência internacional no currículo, o chef Edson Puiati colaborou no festival supervisionando os 10 bares e restaurantes que produziram pratos exclusivos para o Cultura no Parque.

O Dipanas apresentou o prato Encruzilhada, composto por coxinha da asa frita sobre cama de creme de milho, escabeche de quiabo, milho verde tostado com páprica e queijo mineiro. O chef responsável foi Grasiele Silva. Ele ainda apresentou uma opção vegana, que foi o creme de milho verde, escabeche de quiabo e milho tostado com páprica.

O Fome do Cão apresentou o prato Filhotinho do Cão, composto por hambúrguer bovino na brasa, queijo prato, molho de alho e salada com pão australiano. O Chef responsável foi Rafael Reis.

O Organic GastroPub apresentou o prato Charuto de feijoada a pururuca, composto por charuto de feijoada recheado com couve ao alho e finalizado a pururuca. Acompanha molho feijão picante e gomos de laranja. O chef responsável pelo prato foi Gláucia Santos.

O Digníssimo Pão apresentou o prato Digníssimo pão tostado com linguiça desconstruída, queijo mussarela e orégano. O chef responsável foi Sérgio Bento.

A Casinha Bar apresentou o prato Pecado Tropical, composto por presunto, queijo mussarela, palmito pupunha, cream cheese, castanha de caju, geleia de maçã e cereja. O chef responsável foi Wellington Flávio.

Uma das apresentações de sábado foi a Trupe Gaia. Com a proposta da difusão da consciência ambiental através das artes circenses e do teatro, a família de jovens amigos têm como propósito levar a visão de um mundo mais humano e colorido na forma de arte e conscientização ambiental.

Trupe Gaia

Chorinho de boa qualidade foi apresentado no show do Fernando Stringhetta e Ralfe que aconteceu no sábado, as 14:30h.

Fernando Stringhetta e Ralfe

O grupo All Jazzeira também se apresentou no evento levando seu talento e muita alegria.

All Jazzeira

Anna Maz é Pará-Minense que levou sua voz potente e encantadora para o Cultura no Parque no sábado (08) as 18:00h e encantou a todos.

Anna Maz

A Comissão de Direito Ambiental da OAB Pará de Minas promoveu durante o evento, no sábado (08), uma ação de educação ambiental através de movimento artístico. Artistas locais, com expertise em grafite, desenvolveram “ao vivo” painéis com temática ambiental, os quais serão objeto de posterior exposição, em celebração à Semana Nacional do Meio Ambiente (05 a 12 de junho), com a contribuição de obras de igual temática de outros artistas paraminenses.

No domingo, as 10:30h, aconteceu a apresentação de um dos clássicos dos contos infantis, o espetáculo Dona Baratinha também.

O evento ainda contou com shows que agradaram a todos presentes. A primeira edição do Cultura no Parque foi um sucesso.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.